fatos-policiais

quarta-feira, 31 de maio de 2017 19:07

Em conversa no WhatsApp, criminoso comemora assassinato dos jovens coiteenses em Feira de Santana (Ouça)

Os jovens coiteenses embora tivessem envolvimento com droga, foram vítimas de latrocínio (roubo seguido de morte)

Foto: Divulgação Policia Civil

Depois da prisão de Walterlan dos Santos Lima, o “Bobcat”, 19 anos, e Alberto Nunes da Silva Júnior, o “Tiozão”,efetuada na segunda-feira (29), acusados de praticar um duplo homicídio no Residencial Alto do Rosário, no bairro Mangabeira, em Feira de Santana, um deles comemora o ocorrido e convida um comparsa para fazer novos assaltos.

Investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), descobriram no celular de Walterlan dos Santos Lima, o “Bobcat”, um áudio demonstrando a frieza na execução do duplo latrocínio.

As vítimas foram os adolescentes  Ariesvaldo Lima dos Santos Filho, de 17 anos, e Breno de Almeida Silva, 16, que residiam no município de Conceição do Coité. Uma mulher que também estava no bar onde ocorreu o crime foi baleada no ombro.

Latrocida comemora o crime

O criminoso Walterlan, conversa com outro comparsa através de áudio pelo aplicativo  WhatsApp, e comemora o crime cometido. Ele lamenta o número de balas que municiavam o revólver e ainda chama um comparsa para novos roubos, na terça e quarta. Friamente ele diz para o comparsa que, “rapaz, estava só com quatro balas no revólver, ai anunciamos o assalto, coloquei duas na cabeça de um, outra na cabeça do outro e uma em uma mulher que estava lá. Agora estou aqui curtinho, escuta, escuta essa música”.

Blog Central de Polícia, com informações do Berimbau Noticias



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.