bahia

quarta-feira, 03 de maio de 2017 00:39

Número de mortes nas estradas baianas no feriado dobrou na comparação com 2016

Houve diminuição na quantidade de acidentes e aumento das infrações durante o feriado

Acidente que praticamente contribuiu para dobrar o número de mortes foi este (foto) na BR 101 com oito vitimas fatais

O número de mortes nas estradas e rodovias baianas durante o feriado do Dia do Trabalhador dobrou na comparação com 2016. As policiais rodoviárias Federal (PRF) e Estadual (PRE) registraram, juntas, 16 mortes. No ano passado foram oito casos. A quantidade de acidentes também aumentou.  A PRF registrou 46 ocorrências em 2017, enquanto 68 casos foram contabilizados no ano anterior.

Segundo a PRF, os acidentes graves tiveram redução de 56%, saindo de 25 em 2016 para 11 em 2017. Já o número de pessoas feridas caiu de 68 para 40, ou seja, 41,18% a menos. A fiscalização foi batizada de Operação do dia Mundial do Trabalhador e realizada entre os dias 28 de abril e 1º de maio deste ano, em comparação com 29 de abril e 2 de maio do ano passado.

Do total registrado esse ano oito pessoas morreram no mesmo acidente: uma colisão frontal ocorrida na madrugada do dia 30, em Itabela, região Sul da Bahia. As vítimas estavam em um mesmo carro com capacidade para cinco ocupantes. A PRF apontou ainda que as causas para outras mortes nas estradas foram queda de ocupante de veículo, saída de pista, atropelamento de pedestre e colisão frontal.

Os policiais baianos contaram com apoio de equipes extras formadas por policiais de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Tocantins, Alagoas, Roraima e Sergipe – que estão nas rodovias desde a Semana Santa. O resultado foi um aumento de 25,29% no número de pessoas abordadas e de 18,25% no de veículos fiscalizados.

Fonte: Correio24horas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.