esporte

quinta-feira, 20 de julho de 2017 00:28

Bahia impecável vence o Atlético Mineiro no Independência com dois gols de Juninho

A vitória deu moral ao Bahia para o jogo do próximo domingo, ás 11h contra o Santos no Estádio Pacaembu, em São Paulo. Clube chegou a 12ª colocação com 19 pontos.

O Bahia não tomou conhecimento de enfrentar o Atlético Mineiro em pleno Estádio Independência na noite desta quarta-feira, 19, e venceu o jogo por 2 a 0, gols marcados por Juninho, um em cada tempo.O resultado marcou a quinta vitória no campeonato, sendo a segunda fora de casa e a quebra de jejum de 32 anos sem vencer o Galo.

O jogo

Juninho acertou o anglo do gol de Victor de fora da área.

Atlético Mineiro  com um dos melhores elencos do Campeonato Brasileiro não faz boa campanha. Antes do jogo contra o Bahia foram sete partidas em casa, o Galo conquistou oito pontos, com dois triunfos, dois empates e três derrotas, e o Bahia que tinha apenas uma vitória fora de casa conquistada há uma semana, tirou proveito disso chegou a segunda e ampliou o número de derrota atleticana.

Tudo começou aos 11 minutos, depois de um inicio de muita pressão do Galo, o Bahia foi ao ataque e ganhou um escanteio, Juninho cobrou e defesa do Atlético-MG cortou. No rebote, Matheus Sales passou novamente para Juninho, que cruzou para Zé Rafael. Meia se livrou da marcação de Fred e foi derrubado pelo atacante do Galo com um carrinho. O árbitro estava próximo e apontou para a marca penal.

Juninho bom chutador e no gol Victor especialista em defender penalidade. Melhor para o jogador tricolor que teve a tranquilidade de chutar forte no canto esquerdo do goleiro atlético que caiu para o lado oposto. Doze minutos de jogo era muito cedo para se fazer um prognóstico do resultado final.

O Atlético como franco atirador passou a pressionar e levar perigo ao gol, mas a defesa estava muito segura, quando passava, encontrava Jean em mais um jogo inspirado e fazendo grandes defesas, principalmente em jogadas aéreas, de onde saíram a maioria dos gols do Galo. Fim do primeiro tempo com a vitória Tricolor.

O Bahia voltou para segunda etapa com a mesma determinação, sabendo que os donos da casa iam pra o tudo o nada se fechou na defesa e passou a explorar os contra-ataques, aproveitando a velocidade dos laterais Mateus Reis e Eduardo, dos atacantes João Paulo, Mendonza e Vinicius.

Mas quem trabalhou de forma impecável mesmo foi a dupla de zaga Lucas Fonseca e Tiago, além do zagueiro Éder que entrou aos 18 min no lugar de Vinicius. O torcedor deve ter criticado o treinador Jorginho, pois, colocar mais um zagueiro tão cedo significava que o Atlético iria pressionar ainda mais, e não foi diferente, que estava no meio campo, no ataque também passou a ajudar na defesa e vieram mudanças com jogadores de ataque no Galo e o Bahia firme.

Eis que aos 26 min Jorginho colocou Régis no lugar de João Paulo e também foi uma mudança acertada, pois, Régis passou a sair com rapidez em contra-ataques e por alguns momentos aliviou a pressão atleticana. Justamente numa dessas jogadas o Bahia chegou ao segundo gol, Bahia puxa contra-ataque, Régis com a bola dentro da grande área, sem opção pela esquerda, recua para Juninho, que acerta um petardo do meio da rua e marca um golaço. O jogador se agacha chorando de emoção.

A vitória deu moral ao Bahia para o jogo do próximo domingo, ás 11h contra o Santos no Estádio Pacaembu, em São Paulo. Clube chegou a 12ª colocação com 19 pontos.

Redação CN



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.

  • + LIDAS