educacao

terça-feira, 10 de outubro de 2017 09:14

Educação a distância é a que mais cresce no Brasil, segundo censo do MEC

Muitas mudanças ocorreram nos últimos anos para impulsionar esse número, com as instituições particulares à frente da oferta de vagas.

A educação a distância, ou EAD, nunca esteve tão forte no Brasil. Segundo dados do MEC, essa é a modalidade que mais cresce no país, com aumento de 49.911 alunos (2003) para 1.153.572 (2013). Apesar de a pesquisa ser focada no ensino superior, cursos técnicos a distância representam uma opção para quem precisa se profissionalizar e entrar no mercado de trabalho com maior velocidade.

Muitas mudanças ocorreram nos últimos anos para impulsionar esse número, com as instituições particulares à frente da oferta de vagas. Uma das principais, que direcionou o crescimento da área, se pauta no Decreto nº 5.622, de 2005. O documento reconheceu o EAD em todo o país, que foi autorizado pelo MEC no ano seguinte.

Entretanto, a maior parte das instituições oferece vagas nessa modalidade há menos de 10 anos. Ou seja, essa é uma prática que ainda gera muita discussão entre os profissionais da área, visando as melhores formas de apreensão dos conteúdos e das avaliações.
Principais vantagens do EAD

É inegável que o mercado do EAD abriu possibilidades a muitos estudantes, especialmente àqueles que já trabalham e têm responsabilidades que não poderiam ser deixadas de lado em prol dos estudos. Algumas vantagens se apresentam de forma significativa para esse público.

1- Custo acessível
A primeira delas é uma das mais chamativas, especialmente para as classes em ascensão no Brasil. O custo acessível em um curso técnico ou de ensino superior foi a passagem para a formação que muitos jovens e adultos precisavam. A redução no preço das mensalidades se dá por diversos fatores – entre eles, a ausência de um espaço físico, que implica mais custos para a instituição.

2- Flexibilidade de horário
Junto ao custo mais acessível, a flexibilidade de horário é indispensável para o público que opta pelo EAD. Mesmo que muitas faculdades ofereçam cursos noturnos, o deslocamento até a instituição após o horário comercial não é uma alternativa para esses estudantes. Com a carga horária diária maleável, o ensino se torna mais personalizado e de acordo com as demandas de cada rotina.

3- Praticidade nos estudos
Além disso, essa modalidade possibilita que os estudantes acessem os materiais de estudos ou assistam às aulas de qualquer lugar. Com o crescente acesso à internet que está em curso no Brasil, cada vez mais pessoas podem optar por essa modalidade de ensino. Assim, períodos como o horário de almoço durante o trabalho podem servir para o acompanhamento das matérias online. O EAD exige o comprometimento do estudante da mesma forma que um curso presencial, pois são testes e avaliações que garantem a sua aprovação.

4- Conquista de novas posições no mercado
Um mercado de trabalho cada vez mais especializado e exigente com ampla concorrência faz com que os profissionais busquem uma formação ou façam pós-graduação no sentido de adquirir mais conhecimento. Pesquisas indicam que, quanto maior o nível de escolaridade, mais altos tendem a ser os salários. Dessa forma, parte dos brasileiros segue pelo EAD para manter uma boa posição no mercado ou chegar a novos cargos.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.