bahia

sábado, 27 de janeiro de 2018 07:35

Morte de homem de 57 anos diagnosticado com febre amarela é investigada em Santo Estêvão

Amostras da vítima foram colhidas para saber se a doença foi a causa da morte ou se o óbito foi em decorrência de reação adversa à vacina por problemas de alcoolismo.

Foto: Divulgação

A morte de um homem de 57 anos que havia sido diagnosticado com febre amarela no município de Santo Estevão, a 150 km de Salvador, está sendo investigada, segundo informou ao G1, na noite desta sexta-feira (26), o coordenador do Núcleo Regional de Saúde de Feira de Santana, Edy Gomes.

A vítima, que não teve identidade divulgada, tomou a vacina contra a doença no dia 15 de janeiro e dois dias depois começou a apresentar complicações. Gomes disse que o homem tinha problemas de alcoolismo e o fígado bastante debilitado e que a morte pode ter ocorrido por conta de uma reação adversa à vacina. O G1 não conseguiu contato com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) para falar sobre o caso, na noite desta sexta.

“Está certo que ele tinha febre amarela. Isso foi confirmado, mas ainda não podemos dizer se ele morreu em decorrência da doença. Ele bebia muito e já tinha comprometimento hepático. Ao tomar a vacina, ele já estava debilitado. Então, o óbito pode ter sido em decorrência de uma reação adversa à vacina e não em decorrência da doença em si. Isso é o que estamos investigando agora”, destacou.

Conforme Gomes, foram colhidas amostras da vítima que serão analisadas para saber a real causa da morte. Os materiais foram encaminhados para o Laboratório Central do Estado (Lacen) e também para a Fiocruz, no Rio de Janeiro. “Esse é um caso específico. A gente não pode marginalizar para evitar que as pessoas fiquem com receio de procurar os postos de saúde para se vacinar”, disse Gomes.

Casos

Caso a morte do morador de Santo Estêvão seja confirmada como decorrente da febre amarela, será o segundo óbito pela doença no estado em 2017. No dia 14 de janeiro, um homem de 49 anos, morador de Taboão da Serra, em São Paulo, e que estava internado com febre amarela no Hospital Couto Maia, em Salvador, morreu.

Fonte: G1



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.