fatos-policiais

sábado, 13 de janeiro de 2018 17:53

Polícia apreende metralhadora com menino de 13 anos em Porto Seguro

Na ação, além da submetralhadora foram localizados duas placas de coletes balísticos, um quilo de maconha, uma balança de precisão, dois rádios comunicadores e dois aparelhos celulares. 

Uma submetralhadora calibre 9mm, de uso exclusivo das Forças Armadas e da Polícia Federal, foi apreendida com um garoto de 13 anos, na manhã deste sábado (13), na cidade de Porto Seguro, no Sul do estado. Equipes da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Eunápolis) e do 8ª Batalhão da Polícia Militar (BPM) localizaram o armamento durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão em diferentes locais do município.

Além do adolescente, que foi apreendido, Davi Santana Silva, o Pica-pau, 18 anos, e Ângelo Santos Ruas, 20, acabaram presos. O trio é a apontado pela polícia como integrandes de uma organização criminosa responsável por tráfico de drogas, homicídios e roubo a instituição financeiras. Segundo a polícia, os três estavam sendo monitorados por equipes de inteligência das unidades policiais envolvidas na operação.

(Foto: Divulgação/SSP)

Conforme o comandante do 8º BPM, major Anacleton França, é grande o índice de adolescentes envolvidos em ocorrências criminais na região. “Temos detectado que, na maioria das nossas operações, algum adolescente é apreendido. O que percebemos é que eles têm substituído os seus líderes, que, normalmente têm sido presos ou mortos. É lamentável falar isso, mas, infelizmente é a realidade”, comentou o oficial. 

 Na ação, além da submetralhadora foram localizados duas placas de coletes balísticos, um quilo de maconha, uma balança de precisão, dois rádios comunicadores e dois aparelhos celulares.  Ainda segundo informações do major, o grupo possui participação na tentativa de homicídio contra dois policiais militares dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, ocorrido no final do ano passado, na divisa entre Porto Seguro e Eunápolis.

“É bem possível que essa submetralhadora tenha sido utilizada durante algum dos homicídios cometidos por eles. Enviamos a arma para a perícia e com o resultado do laudo teremos essa confirmação”, completou o comandante. A operação contou, ainda, com a presença de representantes do Ministério Público Estadual (MP-BA).  O trio, assim como todo o material apreendido, foi encaminhado à 1ª Delegacia Territorial de Porto Seguro, que deve investigar o caso.

Correio



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.