bahia

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018 19:32

Foto de homem que circulou em redes sociais como suspeito de arrombar loja em Coité não é confirmado pela Polícia

Os agentes conversaram com Lucas e disseram que realmente existe uma semelhança muito grande, mas ao observar a tatuagem no braço de ambos notaram diferença.

Lucas de Retirolândia com sua foto do perfil do Facebook a esquerda.

O assunto de maior repercussão em Conceição do Coité nesta terça-feira, 27, foi o arrombamento da loja autorizada Tim durante a madrugada quando cerca de cinco homens e duas mulheres em dois veículos chegaram ao estabelecimento comercial por volta das 03h23 arrombaram a porta de ferro e levaram cerca de 100 aparelhos, segundo informações do proprietário, cujo o prejuízo segundo ele pode chegar a R$ 80 mil.

Não demorou muito para as fotos e imagens de câmera de segurança circular em redes sociais principalmente em grupos de WhatsApp de Coité e região, e no fim da manhã já havia informação que um dos suspeitos era de um povoado de Retirolândia e foi feito montagens da foto do perfil do Facebook de Lucas Santos, com um dos suspeitos e as características muito parecidas repercutiu ao ponto de mobilizar a Polícia Civil de Coité que se dirigiu no meio da tarde até a cidade de Retirolândia onde estaria detido na delegacia local, mas ao chegar ouviu da delegada Rosângela Batista que ninguém havia sido apresentado naquele especializada e chamou um policial civil que antes teria ido até o local de trabalho de Lucas e o mesmo convidou os policiais de Coité para acompanhá-lo para ver o rapaz que está nas redes sociais como um dos assaltantes.

Os agentes conversaram com Lucas e disseram que realmente existe uma semelhança muito grande, mas ao observar a tatuagem no braço com base na imagem da câmera de segurança o assaltante possui tatuagem no mesmo braço (esquerdo) porém o do assaltante não apresenta o desenho em todo ângulo do braço, enquanto o de Lucas tem seu nome dentro de um terço.

A esposa e a mãe de Lucas estavam no momento e garantiram que o mesmo não se envolveu naquele delito.

Em resumo: a pessoa cuja foto que circulou como sendo um dos sete participantes do assalto e que estaria preso não aconteceu, a Polícia Civil de Retirolândia e de Coité estiveram no seu local de trabalho e em nenhum momento ele foi conduzido a Delegacia, inclusive autorizou a divulgação de sua foto no site, a mesma que circulou em redes sociais.

Redação CN

 

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.