esporte

segunda-feira, 05 de fevereiro de 2018 21:41

Promotor confirma torcida mista no primeiro Ba-Vi de 2018

De acordo com Olímpio Campinho, clássico do dia 18 de fevereiro, no Barradão, contará com as torcidas de Bahia e Vitória

Segundo promotor, torcedores de Bahia e Vitória poderão comparecer ao clássico no Barradão (Foto: Mauro Akin Nassor/Arquivo Correio )

Os torcedores de Bahia e Vitória ganharam uma boa notícia. O clássico Ba-Vi do dia 18 de fevereiro, pela sexta rodada do Campeonato Baiano, terá a presença das duas torcidas. A partida será disputada no Barradão, com mando de campo do Vitória.

A decisão pelo retorno das duas torcidas ao clássico foi divulgada nesta segunda-feira (5), pelo promotor Olímpio Campinho, representante do Ministério Público (MP-BA).

publicidade

“Está confirmado a torcida mista. Sempre foi assim. Ano passado foi uma exceção diante dos tumultos, mortes. Eu queria fazer uma experiência, um teste. Já sabemos como foi e vamos ver se o que aconteceu no ano passado serve de lição, de melhoria para todos. O Ministério Público está bem tranquilo e esperamos que os dirigentes do futebol baiano tenham uma atitude mais proativa para prevenir a violência”, explicou Campinho em conversa com o CORREIO.

Apesar da decisão do retorno das duas torcidas, as direções de Bahia e Vitória e a Federação Bahiana de Futebol afirmam que ainda não foram informadas oficialmente da medida. “O presidente Ednaldo (Rodrigues, da FBF) me ligou na semana passada e perguntou se iria ter torcida única. Eu disse que não. A regra era essa, ter as duas torcidas”, continua Campinho. Segundo ele, também não há necessidade de notificação, já que as recomendações por torcida única no ano passado foram somente para os clássicos de 2017. Como não há nova recomendação, não há motivo para notificar as partes.

A torcida única foi aplicada pela primeira vez nos clássicos que decidiram as semifinais da Copa do Nordeste, em abril do ano passado. O principal argumento utilizado foi a morte do adolescente Carlos Henrique Santos de Deus, de 17 anos, logo após o Ba-Vi da primeira fase do Campeonato Baiano, no dia 9 de abril, em um posto de gasolina na Avenida Vasco da Gama, nas proximidades da Fonte Nova.

A medida foi mantida nas finais do estadual e nos encontros pelo Campeonato Brasileiro. Ainda de acordo com Olímpio Campinho, o comportamento dos torcedores de Bahia e Vitória será analisado durante o clássico do dia 18 e pode influenciar nos próximos confrontos entre os dois times.

A “novidade” pegou os clubes de surpresa. O Vitória chegou a divulgar a manutenção da torcida única quando divulgou sua política de venda de ingressos da temporada, no dia 18 de janeiro. O Leão iria vender bilhetes do setor de visitantes a preço promocional de R$ 10 no clássico.

Procurados, os presidentes  Ricardo David (Vitória) e Guilherme Bellintani (Bahia) afirmaram que não podiam atender no momento.

Correio



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.