fatos-policiais

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018 12:34

Recuperados 451 mil dólares frutos de extorsão contra família de ex-prefeito de Valença

Os baianos Márcio Reis dos Santos, conhecido como Bradock, e Geraldo Alves de Carvalho Neto, o pernambucano Carlos Eduardo Rabello e o mineiro André Luís Maciel Santos já estão presos na Delegacia Antissequestro da PC de São Paulo.

Foto: Divulgação SSP/BA

Quatrocentos e cinquenta e um mil e seiscentos dólares foram recuperados pela operação da Polícia Civil da Bahia, realizada em Caçapava, São Paulo, na quarta-feira de cinzas. O valor, que ultrapassa a casa do R$ 1 milhão de reais, é fruto da extorsão mediante sequestro, pago pela família do empresário e ex-prefeito de Valença Ramiro José Campêlo Queiroz, para a libertação da vítima.

O montante foi apreendido em uma churrascaria no KM 19 da Rodovia Presidente Dutra, com quatro envolvidos no crime, ocorrido no mês de janeiro. A operação também contou com informações da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública.

Os baianos Márcio Reis dos Santos, conhecido como Bradock, e Geraldo Alves de Carvalho Neto, o pernambucano Carlos Eduardo Rabello e o mineiro André Luís Maciel Santos já estão presos na Delegacia Antissequestro da PC de São Paulo, que também apoiou a operação.

Responsável pelas investigações, o delegado do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil baiana ressaltou a colaboração do Poder Judiciário e do Ministério Público para o sucesso da operação policial.

” Foi um trabalho conjunto que graças aos esforços de todos os setores chegamos aos autores do crime”, reconheceu o delegado, que permanece em São Paulo dando seguimento às buscas por mais integrantes da quadrilha.

Fonte: SSP/BA



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.