bahia

sábado, 03 de fevereiro de 2018 21:26

Sargento da PM e suspeito morrem após troca de tiros

Situação ocorreu durante operação policial em um trecho da BR-101, em Eunápolis, extremo sul do estado.

Sargento morto em confronto com bandidos na BR 101

Um sargento da Polícia Militar e um suspeito morreram na madrugada deste sábado (3), após uma troca de tiros, durante uma operação policial, em um trecho da BR-101, na cidade de Eunápolis, no extremo sul da Bahia. Conforme a PM, esta é primeira morte de um policial militar no estado neste ano.

Segundo a Polícia Civil, o sargento Françual Manoel Santos, de 48 anos, realizava rondas na região com outros PMs, quando se aproximaram de um carro onde estavam quatro suspeitos. Os homens atiraram contra os policiais, que revidaram.

Na troca de tiros, de acordo com a polícia, o sargento e um dos suspeitos, que ainda não foi identificado, foram atingidos. Os outros três criminosos fugiram. A polícia faz rondas à procura deles.

Conforme a polícia, após a situação, o sargento chegou a ser socorrido e foi levado para o Hospital Regional de Eunápolis, mas não resistiu aos ferimentos. O suspeito baleado morreu no local do confronto.

Os corpos dos dois foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Eunápolis, onde foram periciados. O enterro do sargento está previsto para ocorrer na tarde do domingo (4), no Cemitério Municipal de Itagimirim, a cerca de 38 km de Eunápolis, onde ele morava. Não há detalhes sobre o sepultamento do suspeito.

Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte do sargento, que estava na corporação há 25 anos. Françual Santos era lotado na 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), em Eunápolis. O PM era casado e deixa dois filhos.

G1/BA



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.