brasil

terça-feira, 15 de Maio de 2018 09:11

Implantação das novas placas de veículos padrão começa dia 1° de dezembro

Anunciada em 2014, mudança foi adiada sucessivas vezes

Foto: Divulgação

Anunciada em 2014 e adiada sucessivas vezes, a implantação das placas de veículos padrão Mercosul têm um novo prazo para começar no País: 1º de dezembro. Em Pernambuco, a previsão é de que seu uso tenha início em até 30 dias, dependendo apenas da autorização do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). As novas placas serão obrigatórias na compra de todos os tipos de veículos novos e usados e transferências.

O novo prazo, estabelecido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), foi informado ontem pelo coordenador-geral de informatização e estatística do Denatran, João Eduardo Melo, que esteve na sede do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE). Ele explicou que, graças à tecnologia, as placas terão mais seguranças contra clonagens e maior controle desde a produção até sua instalação, pois todos os fabricantes do País terão que ser credenciados ao Denatran.

Os Detrans vão ser interligados ao sistema de dados do Denatran, que é responsável por liberar a nova combinação alfanumérica das placas. “A partir de agora, qualquer placa que saia do fabricante, antes que seja estampada terá uma série numérica e um QRCode”, observou João Eduardo. O código permitirá, inclusive, verificar a autenticidade do produto. Em Pernambuco, mais de 120 fábricas já estão autorizadas a produzir seguindo o novo padrão.
Atualmente, a placa de um veículo tem três letras e quatro números.

As novas terão três letras, um número, depois mais uma letra e mais dois números, sendo o último indicador do mês de pagamento do IPVA. A cor do fundo será branca com margem superior azul, contendo no lado esquerdo o logotipo do Mercosul e do lado direito a bandeira do Brasil.

Publicidade

O presidente do Detran/PE, Charles Ribeiro, disse que os motoristas devem ficar tranquilos. “Ninguém está obrigado a fazer absolutamente nada. Se você comprar ou adquirir um veículo novo ele já vai sair com a nova placa. Se comprar usado ou transferir a propriedade, também. Mas não tem prazo para fazer isso. Se a pessoa tem um carro e quer ficar com ele, daqui a dez, 20, 30 anos não tem problema nenhum, a placa vai valer”, afirma.

O gestor salienta que os novos equipamentos custarão em torno de metade do valor atual. “Como a placa não tem mais lacre nem tarjeta nem o fio que a liga ao veículo, ela deverá custar em torno de R$ 60 a R$ 70, quando atualmente ela sai, em média, por R$ 140, valores sem as taxas do Detran”, diz.

Correio



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.