bahia

quinta-feira, 19 de julho de 2018 22:57

Ex-prefeito de Valente afirma ter deixado mais de R$ 3 milhões em caixa e atual gestor sustou cheques para não pagar os servidores

Segundo Ismael Ferreira não só deixou dinheiro para pagar os salários de servidores como também terço de férias dos professores, rateio, fornecedores e investimentos no setor de infraestrutura e saúde.

Ismael Ferreira | Foto: Raimundo Mascarenhas

Na última terça-feira, 17, em matéria da assessoria de comunicação da prefeitura de Valente passada aos órgãos de imprensa da região dava conta que a atual gestão estava fazendo o pagamento aos servidores municipais referente ao último mês de gestão do Governo passado (Ismael Ferreira), que teria deixado de pagar o mês de dezembro de 2016.

No entanto, o ex-prefeito ao tomar conhecimento da publicação manteve contato com a redação do Calila Noticias com o pedido de direito de resposta, segundo ele, trata-se de uma informação inverídica e que o pagamento não aconteceu devido ao horário reduzido do último dia de expediente bancário, porém, deixou mais de R$ 3 milhões para pagar salários, rateio, 1/3 de férias do professores, fornecedores e investimentos em infra-estrutura e saúde.

Veja na íntegra o que responde a reportagem anterior que o acusa de ter deixado de pagar os salários de dezembro de 2016

Nota de esclarecimento:

Amigos e amigas não costumo responder a publicações e provocações da atual gestão do município de Valente, mas resolvi esclarecer aos valentenses e a todos os leitores do Calila Noticias, uma nota publicada dia 17.07.2018 nesse site. Essa gestão, avaliada pela população como a pior da história do nosso município, passa informações incompletas e tendenciosas, tentando enganar a população mais uma vez, achando que a mentira dita várias vezes vira verdade. Essa matéria tenta induzir os leitores e leitoras, quando omite as informações completas e verdadeiras.

O último dia útil de 2016 foi uma sexta feira, dia 30 de dezembro, e os bancos tiveram apenas expediente interno e a partir das 11 h não era mais possível se efetuar transferências entre bancos. Por se tratar do último dia útil do ano, tivemos dificuldades em efetuar diversos pagamentos, principalmente pelo fato do Banco do Brasil tirar meu acesso às contas já dia 31.12.2016, mesmo eu ainda estando gestor do município, razão pela qual movi uma ação contra o Banco do Brasil.

Esses fatos fizeram com que alguns pagamentos a servidores e fornecedores de produtos e serviços não fossem feitos através de transferências bancárias, alguns receberam em cheques e outros ficaram com recursos em conta para o gestor pagar no inicio de janeiro, o que não aconteceu, já que sustou os cheques, mesmo com saldo nas contas bancárias e não pagou aos servidores, dando calote em todos e todas.

Essa é a primeira vez na história de Valente que se tenha conhecimento, que um gestor deixa saldos de mais de R$ 3.250.000,00 (três milhões e duzentos e cinquenta mil reais) nas contas bancárias do município, para pagar saldos dos servidores, rateio e 1/3 de férias dos professores, fornecedores e investimentos em pavimentação, praças, saúde e portal da cidade. Além desses saldos, o município recebeu de janeiro a março, mais de R$ 300.000,00(trezentos mil reais)referente a recursos da saúde e ação social dos meses de outubro a dezembro de 2016, que foram pagos no ano seguinte.

A folha de pagamento mensal em 2016 era em torno de R$ 1.800.000,00 (hum milhão e oitocentos mil reais) pagos rigorosamente todos os meses, todos os anos, inclusive com 50% do 13o. salário pago antecipado, no dia do aniversário do servidor nos quatro anos. Em dezembro de 2016,juntando a folha normal com a última parcela do 13o. salário, tivemos apaixonadamente R$ 2.500.000,00  (dois milhões e quinhentos mil reais) de pagamento aos servidores. Desse valor, pouco mais de R$ 100.000,00 (cem mil reais) não foram pagos, mas deixados em conta, além dos valores recebidos em 2017, que se referiam a serviços de 2016. Mas a gestão do descaso,  da promessa e da enganação não pagou a ninguém. O pior é saber que o SISEV nada fez pra garantir o pagamento dos saldos dos servidores e do rateio dos professores logo nas primeiras semanas de 2017.

O que mais nos envergonha é ver o cinismo dessa gestão, que além de dar o calote em país e mães de família, que contava com seus pagamentos, paga agora apenas parte das contas, já que não pagou aos fornecedores nem rateio dos professores e ainda divulgam como se fosse um grande feito, uma grande conquista, um grande mérito do gestor. Aliás, a gestão é tão desastrosa que deve ter sido realmente seu maior feito até agora …

Mas para mim não é nenhuma surpresa, o pior gestor da história de Valente  procura copiar a risca o que o pior presidente da história do Brasil faz.  Lá em Brasília, eles decidem reduzir vagas nas universidades e cursos técnicos. Aqui em Valente, eles fecham creches e escolas. Lá, eles retiram direitos dos trabalhadores, mudam leis, querem demitir concursados. Aqui, ele não tem o poder de mudar as leis, mas faz de conta que elas não existem, humilham e demitem ilegalmente aposentados,deixa passar dificuldades, já que muitos tinham compromissos assumidos e não puderam cumprir. Lá, eles cortam investimentos e precarizam as rodovias e ferrovias. Aqui, não passam a máquina nas estradas e prejudica toda população, especialmente os que transportam passageiras no dia a dia, acabando seus veículos nas estradas esburacadas. Eu poderia continuar citando exemplos, na saúde, agricultura familiar, geração de emprego e renda, e tantas áreas,mas seriam necessário umas cinco paginas e não teria espaço pra publicar. Como podem ver, são farinha do mesmo saco, é o aprendiz de prefeito aprendendo com o aprendiz de presidente. É a política do MDB, PSDB, DEM, PRB e outros aliados, fazendo o pior lá em Brasília e aqui em Valente também.

Mas a pergunta mais importante continua. O que fizeram com os mais de R$ 3,25 milhões deixados nas contas da prefeitura? Porque enrolou os servidores 19 meses já que tinha dinheiro na conta pra pagar? Porque deu calote nos professores e não pagou rateio nem 1/3 das férias que estava em conta? Porque deu calote nos fornecedores e sustou cheques com dinheiro na conta da prefeitura?  O que fez com os recursos que sobraram economizando na redução dos médicos no posto de saúde e hospital, com combustível já que não limparam as aguadas nem passaram a maquina nas estradas, com o fechamento das creches e escolas?

Esse gestor não vai ficar na história como o pior prefeito por tudo que foi relatado aqui, por tudo que os valentenses sabem mas não foi ainda relatado, mas também como o que mais vai deixar dívidas para os próximos prefeitos pagarem. Sabiam que os primeiros cinco meses de sua gestão não pagou o consumo de agua da EMBASA e nem o saldo do parcelamento do gestor da época que ele era secretário da educação? Lembram? Sabem o que ele fez? Juntou tudo e parcelou por 100 meses, ou seja, os gestores eleitos em 2020 e 2024 vão pagar essa conta. Não parou por aí? Sabe os servidores aposentados que ele demitiu ilegalmente? A justiça está aos poucos reintegrando, mas esses meses que ele deu o calote, vai pra precatórios e deve ficar também para o próximo gestor pagar. Com certeza vai aparecer mais contas.

Seguem extratos bancários que comprovam os saldos nas contas da prefeitura no final de dezembro de 2016.

 

Agradeço a direção do Calila Noticias por garantirem o direto de resposta e publicarem essa nota.

Valente-19 de Julho de 2018.

Ismael Ferreira de Oliveira

Ex prefeito de Valente



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.