colunas

sexta-feira, 24 de agosto de 2018 08:40

A arte de envelhecer – Dom Itamar Vian

A terceira idade pode ser resumida na filosofia de um provérbio relativo ao vinho: quanto mais velho melhor! Com uma ressalva. Isso se refere ao bom vinho.

A vida é bela quando a vivemos com alegria e otimismo. Envelhecer é a única maneira de viver mais tempo e a única maneira de não envelhecer é morrer jovem. Nenhuma etapa da vida é melhor que a outra. Vale a comparação com as estações do ano. Cada uma tem seu tempo e sua função.

 A TERCEIRA Idade pode ser resumida na filosofia de um provérbio relativo ao vinho: quanto mais velho melhor! Com uma ressalva. Isso se refere ao bom vinho. O vinho de qualidade inferior pode tornar-se vinagre. Ninguém tem obrigação, em qualquer idade, de ser o melhor. Temos a responsabilidade de dar a melhor resposta possível à nossa missão.

A BÍBLIA, ao referir-se a pessoas de idade, usa um vocabulário diversificado: o idoso, o ancião,”o bom velho”, o encanecido, o indivíduo de cabelo branco, o entrado em dias, o adiantado em anos e o avançado em idade. Uma das leis dadas a Israel por intermédio de Moisés diz: ”Fiquem de pé na presença das pessoas idosas e tratem-nas com todo o respeito” (Lv 19,32). Paulo, sem dúvida, tinha isso em mente quando escreveu a Timóteo: “Não repreendas asperamente ao homem idoso, mas exorta-o como se ele fosse teu pai” (! Ttm 5,1).

FAZ ANOS que estou na terceira idade, e no próximo dia 27 de agosto, vou completar 78 anos de vida. Olhando para trás, vejo que poderia ter feito muitas coisas, bem melhor do que fiz, especialmente, considerando tudo o que aprendi nesses muitos anos vividos. Contudo, o que fiz, com certeza, o fiz da melhor maneira possível, considerando o que eu sabia e o que eu era capaz de fazer, naquele momento.

SE FIZ ALGUMA coisa não tão boa, nem tão bem, aquilo era exatamente o que eu sabia e poderia ter feito naquele instante. E o fiz da melhor maneira possível. Hoje, certamente, faria melhor porque sempre tenho muito que aprender. Se voltasse no tempo, sabendo tudo o que aprendi até hoje, muitas coisas que achei ter feito bem, as faria diferente.

ASSIM, AOS 78 anos de vida e cinquenta anos de padre (1º de dezembro), olhando para trás, só tenho que agradecer a Deus  por tudo o que fiz.  Sei que Ele sempre me guia e me conduz pelos melhores caminhos. Agradeço o dom supremo da vida, as graças e bênçãos recebidas, nesse tempo de serviço e missão dedicados a Ele.  Rezem por mim.

 

Dom  Itamar Vian

Arcebispo Emérito

[email protected]

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.