bahia

quarta-feira, 22 de agosto de 2018 09:04

Garoto de 17 anos suspeito de matar pró-reitor do Ifba se entrega e confessa crime

Garoto foi apreendido e levado para a Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI) para prestar depoimento. Vítima foi morta a facadas e teve carro roubado. Veículo ainda não foi localizado.

Pró-reitor foi encontrado morto dentro do apartamento que morava, com marcas de tiro e perfurações por arma branca (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O adolescente de 17 anos suspeito de matar o professor Anilson Roberto Cerqueira Gomes, de 45 anos, em Salvador, se entregou à polícia e confessou o crime, na tarde de terça-feira (21). A informação foi divulgada pela Polícia Civil.

Anilson Roberto era pró-reitor de Desenvolvimento Institucional e Infraestrutura do Instituto Federal da Bahia (Ifba). Ele foi morto a facadas dentro do apartamento onde morava, no bairro de Brotas, na última segunda-feira (13). Imagens do circuito interno do prédio flagraram o adolescente entrando no local com o professor e, em seguida, saindo com o carro dele.

De acordo com a polícia, o garoto, que era procurado desde a semana passada, se apresentou, com um advogado, na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro da Pituba. Em seguida, ele foi levado para a Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), em Brotas, para prestar depoimento.

Segundo a polícia, a unidade especializada já solicitou à Justiça a internação provisória do adolescente. O carro da vítima ainda não foi localizado. Não há detalhes sobre a motivação do homicídio.

Crime
O professor foi encontrado morto no final da noite da segunda-feira (13). A faca usada no crime estava ao lado do corpo da vítima. O objeto foi encaminhado para a perícia, no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Anilson Roberto foi enterrado na tarde da terça-feira (14). O sepultamento foi realizado no Cemitério Jardim da Saudade, também em Brotas. Dezenas de familiares e amigos compareceram à cerimônia.

O Ifba decretou, na segunda-feira, luto oficial de três dias e suspendeu as atividadades na instituição. Por meio de nota, o Instituto lamentou a morte de Anilson, que foi o responsável por implantar novas unidades do Ifba no interior da Bahia.

G1ba



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.