bahia

quarta-feira, 22 de agosto de 2018 10:46

Morre, aos 84 anos, o escritor e professor da Ufba Edivaldo Boaventura

Boaventura foi diretor-geral do jornal A TARDE e presidente da Academia de Letras da Bahia.

Morre, em Salvador, o professor da Ufba Edivaldo Boaventura (Foto: Divulgação)

Morreu, na madrugada desta quarta-feira (22), aos 84 anos, o escritor e professor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Edivaldo Boaventura. Ele não resistiu a complicações de uma cirurgia cardíaca.

Bacharel em Direito e em Ciências Sociais pela Ufba, Boaventura era natural do município de Feira de Santana. Ele cursou o Instituto International de Planificação de Educação/UNESCO, em Paris, era mestre e PhD em Educação pela The Pennsylvania State University, nos Estados Unidos. Em 1996, o professor assumiu a direção-geral do jornal A TARDE.

Boaventura foi secretário de Educação e Cultura da Bahia por duas vezes, uma entre 1970 e 1971 e a outra entre 1983 e 1987. Na última gestão como secretário, foi responsável pela criação da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), credenciou a Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e impulsionou a criação da Universidade Estadual do Sudoeste Baiano (UESB) e Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

Entre os anos de 2007 e 2011, Edivaldo presidiu a Academia de Letras da Bahia. A trajetória do educador foi reconhecida pelo governo de Portugal em junho deste ano, quando ele foi condecorado com a Ordem da Instrução Pública no grau de Comendador, pelos serviços prestados à educação e cultura nos dois países de língua portuguesa.

Boaventura deixa esposa e dois filhos, entre eles, o cantor Daniel Boaventura. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

Publicidade

Em nota, o presidente da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro, o secretário de Educação, Walter Pinheiro, e o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Léo Prates, emitiram nota de pesar pela morte de Edivaldo Boaventura. Confira íntegras dos comunicados abaixo:

Fernando Guerreiro

Fernando Guerreiro, Presidente da Fundação Gregório de Mattos, afirma em nota estar “muito triste com a passagem do Prof. Edivaldo Boaventura. Grande personalidade , pensador e professor de gerações, Edivaldo sempre me conquistou pelo bom humor. Um humor fino, inteligente, preciso, que soube transmitir com maestria para o filho, meu grande amigo , Daniel Boaventura. Vamos lembrar dele como um mestre, que deixa seu legado através de várias gerações. Viva Professor Edivaldo!”

Léo Prates

O presidente da Câmara, vereador Leo Prates (DEM), lamentou o falecimento do escritor, educador e ex-diretor-geral de A Tarde Edivaldo Boaventura, nesta madrugada. “O professor Edivaldo Boaventura foi um educador nato e um intelectual atuante que enriqueceu as culturas baiana e brasileira. Ele dedicou boa parte de sua vida pública à formação de jovens, ajudando, por meio da educação, na transformação do nosso país para melhor”, afirmou o presidente do Legislativo de Salvador. Leo Prates lembra que o professor Edivaldo Boaventura foi presidente do Conselho de Educação da Bahia, entre 1976 e 1978, e secretário de Educação e Cultura da Bahia, por duas vezes (1970-1971 e 1983-1987), quando criou a Universidade do Estado da Bahia (Uneb), exercendo o cargo de reitor. “É uma perda irreparável. Deixo o meu pesar aos familiares e amigos do professor Edivaldo Boaventura, dividindo com todos este momento de profunda dor”, lamentou Leo Prates.

Walter Pinheiro

O professor Edivaldo Boaventura ficará para sempre na memória dos baianos como uma pessoa à frente de seu tempo, com uma trajetória intelectual e profissional ímpar. Ele foi um dos secretários estaduais da Educação mais brilhantes de todos os tempos, fundador da Universidade do Estado da Bahia, uma das maiores instituições públicas de ensino superior multicampi do Brasil, e também fundou a Academia de Ciências da Bahia. Grande expoente na literatura, teve destacada atuação na Academia Baiana de Letras. Como jornalista, deu grandes contribuições para a sociedade, sempre pautado na ética e nos princípios democráticos. Neste momento, nos solidarizamos com a família e agradecemos ao grande mestre por seu legado.

G1ba



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.