bahia

terça-feira, 11 de setembro de 2018 21:43

Câmara de Euclides aprova Lei que proíbe inauguração ou entrega de obras inacabadas

Uma das obras inacabadas foi a Unidade Pronto Atendimento - UPA que foi inaugurada com a presença do governador e não funcionou

Tão esperada UPA foi uma das obras que inaugurou e não funcionou | Foto: Euclides da Cunha

A Câmara Municipal de Euclides da Cunha, aprovou na semana passada por unanimidade,  o Projeto de Lei 08/2018, que proíbe inauguração, entrega de obras inacabadas, ou que não estejam em condições de atender aos fins a que se destinam.

De acordo com o Site Euclides da Cunha, todos os vereadores foram a favor do projeto, que segue para sanção do prefeito municipal. Segundo o vereador Junior da Pax, autor do PL, o objetivo é garantir que os recursos públicos investidos sirvam plenamente à população e que haja mais rigor no trato com o dinheiro público.

Rui Costa depois de inaugurar UPA de Euclides da Cunha disse que o palanque já foi desarmado | Foto: Raimundo Mascarenhas

Ainda segundo o edil, o PL impede que obras públicas sejam inauguradas como estratégia de ganho eleitoral, às pressas e sem condições reais de atender à população. “Continuarei lutando e fazendo meu papel de cobrar, fiscalizar e fazer leis para melhorar a vida do nosso povo”, disse o parlamentar.

O site lembra que, se esse projeto já fosse Lei há pelo menos dois anos, a população de Euclides da Cunha não teria visto o drama da inauguração da UPA de Euclides da Cunha, quando, diante da presença do governo do estado, dia 17 de dezembro de 2016 o poder executivo municipal colocou em funcionamento a unidade de saúde que não estava com as instalações completas, nem continha licença para atender a população.

 

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.