brasil

sexta-feira, 05 de outubro de 2018 11:43

Cui Bono: Geddel, Cunha e mais 16 são denunciados por supostas fraudes na Caixa

Os procuradores pedem multa e reparação de danos que ultrapassam R$ 3 bilhões.

Foto: Divulgação

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou nesta quinta-feira (4) quatro denúncias referentes a investigações da Operação Cui Bono, que apura pagamento de propina e irregularidades em operações da Caixa Econômica Federal.

O MPF denunciou o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB), os ex-deputados e presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB) e Henrique Eduardo Alves (MDB), o operador Lúcio Funaro e o ex-diretor da Caixa Fábio Cleto. De acordo com o G1, eles são acusados dos crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. Os procuradores pedem multa e reparação de danos que ultrapassam R$ 3 bilhões.

Publicidade

As investigações mostraram que o esquema funcionava em três núcleos: o grupo empresarial, o dos empregados públicos que operavam na Caixa e no FGTS e o grupo político de operadores financeiros. Funaro teria repassado R$ 89,5 milhões a Eduardo Cunha, R$ 17,9 milhões a Geddel Vieira Lima e R$ 6,7 milhões a Henrique Alves. A propina paga pelas empresa era de 3% do valor total liberado pela Caixa.

Bahia Notícias



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.