esporte

quinta-feira, 01 de novembro de 2018 00:24

Sul-Americana: Bahia devolve placar na Arena da Baixada mas perde nos pênaltis para o Atlético Paranaense

O Tricolor perdeu os dois primeiros pênaltis cobrados por Vinicius e Zé Rafael que passaram pelo Atlético-PR. Apenas Edigar Junio que também passou pelo Furacão marcou para o Tricolor ( 4 a 1)

O Bahia está eliminado da Copa Sul-Americana ao ser derrotado nos penaltis para o Atlético Paranaense na noite desta quarta-feira, 31, na Arena da Baixada.

O Tricolor conseguiu superar o Furacão em seu estádio onde dificilmente é batido com um gol marcado nos acréscimos do primeiro tempo. Leo cobrou lateral bem ao seu estilo e mandou a bola na entrada da pequena área, Nilton subiu com três defensores do Atlético e a bola sobrou no seu pé esquerdo que chutou fraco na direção do gol, mas encontrou o bico da chuteira do zagueiro Douglas Grolli e a bola morreu no fundo.

Foto: reprodução Globo Esporte

O Esquadrão voltou para o segundo tempo sem muita pressão e optou por não sair no desespero em busca do segundo gol, enquanto esperava o Furacão que mostrou-se muito nervoso durante a partida e cedia muitos contra-ataques, mas o tricolor não conseguia aproveitar, principalmente nos pés de Zé Rafael que mais uma vez não fez boa partida.

O jogo foi movimentado, mas nenhum goleiro fez defesa considerada extraordinária, principalmente Santos do Atlético que praticamente só assistiu na segunda etapa.

Fim do jogo o Bahia quebrava ali uma invencibilidade do Atlético em seus domínios de 12 jogos e a torcida podia esperar a qualidade nas cobranças de tiros livres. Mas a equipe de Enderson Moreira começou mal primeiro com Vinicius que entrou faltando poucos minutos para terminar o jogo, talvez a pressão do torcedor sobre o jogador que teve passagem pelo Furacão contou muito. Ele chutou telegrafado e ficou fácil para Santos espalmar e deixou o rubro-negro na frente já que a série de cobrança começou com Jonathan que cobrou sem dar chances a Douglas.

Rafael Veiga foi o segundo a cobrar bem e deixou 2 a 0. Outro ex- Atlético Zé Rafael correu para cobrança e mandou por cima do travessão. Dai ficou muito tranquilo para o Furacão. Lucho González cobrou bem e fez 3 a 0. O terceiro cobrador do Bahia também passou pelo Atlético, Edigar Junio, ele não tremeu. Chutou no alto sem chances pra Santos.

Mas a bola decisiva estava no pé de Pablo. Ele cobrou bem e decretou a desclassificação do Bahia nas quartas de final para pegar o Fluminense do Rio de Janeiro.

O Bahia agora deve focar no Brasileiro e neste domingo já tem um jogo de seis pontos na luta contra o rebaixamento contra a Chapecoense na Arena Fonte Nova.

Redação CN



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.