bahia

quarta-feira, 09 de março de 2016 16:59

Petrobras: Joseildo diz que venda de campos terrestres fere interesses da Bahia

Dois polos de produção de petróleo, com sete e nove campos cada um, foram selecionados pela Petrobras para a venda, na Bahia.

Joseildo preside o CCJ da ALBA.

Joseildo preside o CCJ da ALBA.

O deputado estadual Joseildo Ramos (PT), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, afirmou nesta quarta-feira (9), durante pronunciamento na tribuna da Casa, que a venda de 16 campos terrestres, anunciada pela empresa, fere os interesses da Bahia e do Brasil. “Nós queremos cobrar nesse momento responsabilidades do governo federal e do governo estadual porque, além de tudo, esse seria o pior momento para vender essa riqueza dos campos maduros. Nós temos o preço do petróleo no limbo. São ativos valorosos que mesmo com o preço deprimido continuam dando lucros para nossa estatal”, ressaltou.

De acordo com o parlamentar, a Petrobras não pode tomar uma decisão dessa magnitude sem considerar o seu papel estratégico para o desenvolvimento do país e da Bahia. “A Petrobras não é uma empresa de característica rentista; não é uma empresa que tem sua ação pautada apenas pelos interesses de mercado. É uma empresa de desenvolvimento, que emprega e promove o uso de alta tecnologia e que trabalha com uma Commodity considerada estratégica em todo mundo e nós não podemos abrir mão disso”, defendeu.

As consequências econômicas e sociais na região do recôncavo e de Alagoinhas estão no centro da preocupação de Joseildo. A decisão da Petrobras já atinge a região, com a redução de postos de trabalho. Segundo o parlamentar, o foco principal das empresas privadas está no lucro e a manutenção da produção dos campos maduros pressupõe a utilização de novas tecnologias para manter a produção e seus benefícios diretos e indiretos para a economia como um todo. “Falo, por exemplo, da contratação de fornecedores de mão de obra, de equipamentos e de serviços”, registrou”.

Polos

Dois polos de produção de petróleo, com sete e nove campos cada um, foram selecionados pela Petrobras para a venda, na Bahia, para produtores independentes, na primeira operação do tipo a ser feita diretamente pela empresa no país. Trata-se dos polos de Buracica, situado na região dos municípios de Catu e Alagoinhas, e Miranga, na região de Pojuca – ambos no Recôncavo baiano. Em todo o país, a Petrobras pretende vender dez polos, envolvendo um total de 98 concessões de produção, além de seis blocos exploratórios, somando 104 concessões terrestres.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.