Dois ministros entregam cargo a Temer nesta quinta-feira (18)

119
VIRAM
Mesmo tendo dito que não renuncia ao mandato, Temer sofre perdas importantes com a saída de partidos. Bruno (PSDB) e Freire (PPS)

Partidos políticos que vinham dando sustentação ao Governo Temer já começam a se movimentar no sentido de se afastarem do Governo após as denuncias contra Michel Temer. O Partido Progressista por exemplo prometeu se reunir após o pronunciamento de Temer para analisar se continua ou não fazendo parte da base.

Ministro das Cidades é o primeiro a deixar o governo Temer

Depois de ouvir vários deputados do PSDB, o ministro das Cidades Bruno Araújo decidiu deixar o governo. Essa é a primeira baixa desde que se instalou a crise política após a revelação de que o presidente Michel Temer deu aval para a compra do silêncio de Eduardo Cunha. Bruno Araújo deve comunicar sua decisão ao Palácio do Planalto nas próximas horas.

Nas conversas com deputados tucanos, Bruno ouviu e concordou que não dava mais para permanecer no governo após as revelações.

 Já Roberto Freire (PPS) ministro da Cultura deverá seguir decisão de Bruno Araújo. O ministro da Cultura, Roberto Freire (PPS). De acordo com informações da GloboNews, ele seguirá decisão da bancada do PPS, que optou por entregar os postos que possui no governo. Além da pasta da Cultura, o PPS também detinha o comando do Ministério da Defesa, nas mãos de Raul Jungmann.

Redação CN

 

 

Relacionadas Matérias

RECOMENDADAS

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Envie essa matéria para um amigo